Que Dia é Hoje?

24/1/41
Assassinato do imperador romano Calígula

Gaius Caesar ou Calígula, como era conhecido, cresceu nos campos de batalha por ser filho de um general. Ficou órfão ainda criança e foi adotado por Tibério, então Imperador de Roma. Historiadores relatam que por ter passado boa parte da infância em meio militares, Calígula contava com a simpatia da classe, o que explica o apoio recebido quando se tornou Imperador, aos 25 anos. Calígula teria participado do assassinato de seu pai adotivo, pois sabia que seria seu sucessor.

Os primeiros anos de seu governo foram tranquilos, porém, após uma doença causada pelos seus excessos, Calígula passou a demonstrar sua verdadeira postura: o imperador cruel e depravado. Especialistas afirmam que ele pode ter ficado demente após a doença. Esta sequela seria a razão de alguns atos como nomear seu cavalo sacerdote e mais tarde senador, exigir estatuas suas em templos e sinagogas, torturar e se apossar de bens sem qualquer explicação, entre outros.

Embora os soldados apoiassem a sua loucura, foi uma conspiração de sua guarda com alguns senadores que colocou fim à sua vida em 24 de janeiro de 41. O Imperador que acreditava no terror como forma de poder foi assassinado no túnel que ligava o palácio ao fórum.