Que Dia é Hoje?

22/12/1988
Chico Mendes é assassinado
Francisco Mendes Filho (1944-1988), seringueiro, sindicalista e ativista ambiental brasileiro, símbolo da luta contra o desmatamento da Amazônia, mais conhecido como Chico Mendes. Participou ativamente de luta contra o desmatamento e pela defesa da posse de terra pelos habitantes nativos, mobilizando os outros seringueiros.

Em 1975, tornou-se secretário geral do recém-criado Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Brasiléia, o primeiro do Acre. Dois anos depois, foi eleito vereador de Xapuri, sua cidade natal. Na câmara municipal, reuniu líderes sindicais, populares e religiosos para lutar pela preservação da floresta.

Foi um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT). Em 1981, assumiu o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Xapuri. Em 1985, organizou e liderou o I Encontro Nacional de Seringueiros, que deu origem ao Conselho Nacional de Seringueiros. Recebeu, em 1987, representantes da ONU e denunciou a devastação florestal causada por empresas financiadas pelo Banco Internacional de Desenvolvimento (BID), fazendo com que a instituição retirasse o apoio a essas empresas.

Por sua atuação em defesa da Amazônia e de seu povo, recebeu vários prêmios, sendo o mais significativo o "Global 500", concedido pela ONU a pessoas de destaque na luta pelo meio-ambiente em todo o mundo.

Chico Mendes foi assassinado no dia 22 de dezembro de 1988, na porta de sua casa. Os fazendeiros Darly e Darcy Alves da Silva foram condenados pelo crime.