Que Dia é Hoje?

8/3/1914
Fernando Pessoa cria o heterônimo Alberto Caeiro

Fernando Pessoa usou em suas obras diversos pseudônimos e heterônimos, além do próprio nome, para assinar várias de suas obras. Seus heterônimos tinham personalidade própria e características literárias diferentes. Alberto Caeiro é o mais objetivo deles, e eliminava todos os vestígios da subjetividade.

Este heterônimo tinha uma educação simples e fazia poesias de forma direta, concreta e simples. Alguns dos trabalhos de Fernando Pessoas assinados como Alberto Caeiro são "O guardador de rebanhos", "A espantosa realidade das cousas", "Um dia de chuva", "Todos os dias", "Há poetas que são artistas", "Como um grande borrão de fogo sujo", entre outros.