Que Dia é Hoje?

23/4/2007
Morre Boris Yeltsin

O ex-presidente russo morreu aos 76 anos, vítima de uma parada cardíaca. Yeltsin foi o primeiro presidente eleito de forma democrática no país e o primeiro após o fim da União Soviética.

Formado em engenharia, Boris Yeltsin iniciou sua carreira política aos 37 anos, ao se tornar chefe da organização do Partido Comunista Soviético de sua cidade, Sverdlovsk. Em 1985, como membro do Comitê Central do Partido, foi nomeado primeiro-secretário dos comunistas de Moscou, pelo então presidente da URSS, Michail Gorbatchev.

Após desentendimentos com o líder soviético, Yeltsin é retirado do cargo, sendo eleito, em 1990, deputado pelo Parlamento da Federação da Rússia.

Em 1991, Boris Yeltsin liderou a população contra um golpe planejado pela linha dura do Partido Comunista para tirar Gorbatchev do poder. Com a derrota dos conservadores, sua popularidade e poder político aumentaram. No mesmo ano, com a URSS em colapso, Yeltsin foi eleito presidente da Rússia.

Ele governou a Rússia durante dois mandatos seguidos, de 1991 a 1999. Em seu governo, o país presenciou uma onda de privatizações e a liberalização da economia. Empresas estatais foram entregues a um pequeno grupo de investidores, a inflação e o desemprego deram um salto. Buscando apoio, reconhecimento e investimentos internacionais, aproximou-se dos EUA.

Com a popularidade abalada, em 1994, enviou tropas à Chechênia, república separatista do Cáucaso, para lutar contra os rebeldes do país. A Rússia deixou o território checheno vitoriosa, porém as centenas de mortes desgastaram ainda mais a imagem do presidente.

Mesmo com baixa popularidade, Yeltsin venceu as eleições presidenciais de 1996. Seu último mandato foi marcado pelo agravamento das crises econômica e social. Os problemas de saúde obrigaram o presidente a se afastar diversas vezes do poder. Em 31 de dezembro de 1999, pouco tempo antes do fim de seu mandato, Boris Yeltsin renunciou ao cargo, dando lugar a Vladimir Putin.