Que Dia é Hoje?

2/4/2005
Morre o papa João Paulo II

Karol Josef Wojtyla, o papa João Paulo II, nasceu em 18 de maio de 1920, em Wadowice, uma aldeia polonesa. Ele era filho de Emilia Kaczorowska, uma costureira lituana, e de Karol Wojtyla, um tenente do Exército polonês.
 
Quando jovem, era um ótimo atleta, esquiava, praticava alpinismo, remo, patinação no gelo e natação. Na época da escola, era um excelente aluno, chamando, inclusive, a atenção de seus professores. Percebendo a vocação para o sacerdócio, matriculou-se em um seminário clandestino de Cracóvia, aos 22 anos. Em meados da década de 40, o então seminarista continuou os seus estudos na Faculdade de Teologia da Universidade de Jagellónica.
 
Sua primeira paróquia foi em Niegowic, uma aldeia com apenas 200 habitantes que não tinha eletricidade, onde ficou cerca de sete meses, entre 1948 e 1949. Depois, Wojtyla foi vigário em várias paróquias na Polônia, até 1951, quando retomou seus estudos de filosofia e teologia, escrevendo sua famosa tese sobre Max Scheler.
 
Em 04 de abril de 2005, depois de 26 anos como o terceiro maior pontificado da história da Igreja Católica Apostólica Romana, João Paulo II morreu em seus aposentos no Palácio Apostólico. O papa sofria do mal de Parkinson e na ocasião foi internado duas vezes. Sua morte encerrou um período marcado por intensa atuação política, viagens aos cinco continentes, defesa da paz , dos direitos humanos e do conservadorismo moral.

A Igreja Católica reconheceu o trabalho apostólico, a fé e milagres realizados por este homem que propagou a paz independente da crença. João Paulo II foi canonizado, em 2014, tornando-se São João Paulo II.