Que Dia é Hoje?

4/8/1578
Morre Sebastião I, rei de Portugal

Neto de D. João III e filho do príncipe Dom João e de D. Joana, filha de Carlos V, D. Sebastião, começou seu reinado em 11 de junho de 1557, logo após a morte de seu pai. Na época, o jovem tinha apenas três anos e meio de idade e logo foi aclamado rei. A respeito da regência durante a sua menoridade, reclamavam D. Henrique, tio-avô do jovem monarca e a avó, rainha viúva D. Catarina, tendo sido ela a assumir o cargo em virtude de um testamento deixado por D. João III.

Depois de 10 anos de regência, em 1567, D. Catarina cedeu a regência a D. Henrique, que um ano depois entregou o poder a D. Sebastião, que por ter completado 14 anos de idade foi declarado apto a reinar. Ele foi o décimo sexto monarca  português e o sétimo e penúltimo da dinastia de Avis. O jovem foi crescendo sob as orientações jesuíticas, que desenvolvia, no seu espírito, o fervor ascético e religioso para torná-lo rei fiel escravo dessas orientações.

D. Sebastião era um jovem inteligente e rápido no aprendizado e, por isso, foi muito acessível a todos e suas ideias influenciavam em tudo. A morte de D. Sebastião ocorreu na batalha de Alcácer-Quibir, no norte da África, em 1578, quando desapareceu ou foi morto. Para o povo português, que não acreditava em sua morte, ele havia apenas desaparecido. Em torno de seu nome criou-se não só uma lenda, mas uma seita, chamada e oficialmente reconhecida como Sebastianistas.