Que Dia é Hoje?

14/8/1945
O Japão se rende aos EUA, terminando com a Segunda Guerra Mundial

O primeiro contato que o Japão teve com o Ocidente foi em 1542, através de um navio português fora de curso que chegou à costa japonesa. Comerciantes portugueses, espanhóis, holandeses e ingleses, além de missionários jesuítas, seguiram para o país.

Desconfiado do cristianismo e de que os portugueses estavam apoiando os japoneses em uma revolta local, o xogun do período de Tokugawa proibiu qualquer comércio com outros países, apenas o comércio holandês no porto de Nagasaki foi permitido. Em 1868, o imperador Meiji assumiu o trono e o sistema xogun foi abolido. Foi estabelecido um exército imperial e o governo parlamentar foi formado em 1889.

Os japoneses começaram a estender seu império. Após uma rápida guerra contra a China, o Japão adquiriu Formosa, a Ilha dos Pescadores e a parte sul da Manchúria. A China reconheceu a independência da Coréia que, em 1910, foi anexada pelo Japão. O Japão derrotou a Rússia na guerra russo-japonesa, ganhando o território ao sul de Sakhalin e o porto da Rússia.

Na Primeira Guerra Mundial, o Japão ocupou ilhas da Alemanha no Pacífico e territórios da China. O Tratado de Versalhes concedeu ao Japão um mandato sobre as ilhas. Na Conferência de Washington (1921-1922), o Japão concordou em respeitar a integridade nacional chinesa, mas, em 1931, o país invadiu a Manchúria.

Em novembro de 1936, o Japão uniu-se ao Eixo. No ano seguinte a China foi invadida e, em dezembro de 1941 houve o ataque a Pearl Harbor. O Japão ganhou suas primeiras batalhas militares durante a Segunda Guerra, estendendo seu poder sobre uma vasta área do Pacífico.

As explosões das bombas atômicas, em Hiroshima e Nagasaki, em 1945, forçaram o governo japonês a admitir a derrota na Segunda Guerra Mundial. O Japão se rendeu formalmente em 2 de setembro de 1945. O sul de Sakhalin e as ilhas Kuril voltaram ao controle da URSS e Formosa e Manchúria da China. As ilhas do Pacífico permaneceram sob ocupação americana. O General Douglas MacArthur foi designado comandante supremo da ocupação americana no Japão pós-guerra (1945-1952).

Os EUA e o Japão assinaram um tratado de segurança, em 1951, permitindo a presença de tropas americanas no país. Em 1952, o Japão recuperou sua soberania. A recuperação econômica japonesa, no pós-guerra, foi notável. Novas tecnologias e fábricas foram implantadas no país com grande sucesso. O crescimento econômico continuou durante os anos 1970 e 80, fazendo do Japão a segunda maior economia do mundo. Durante os anos 1990, o Japão sofreu uma queda econômica, causada por escândalos envolvendo funcionários do governo, banqueiros e líderes industriais. O país sucumbiu à crise econômica asiática de 1998, sofrendo sua pior recessão desde a Segunda Guerra Mundial.