Que Dia é Hoje?

1/8/1900
O médico cubano Carlos Finlay torna público seu descobrimento do mosquito propagador da febre amarela.

O médico e pesquisador cubano Carlos Finlay consegue convencer a comunidade científica de que o mosquito Aedes Aegypti era o transmissor da febre amarela, uma perigosa doença que pode causar a morte rapidamente.

Finlay desenvolveu a teoria de que a transmissão da febre amarela se dava de forma direta, ou seja, um homem infectado passava a moléstia para o outro por intermédio da picada do mosquito. Anos mais tarde, ficou provado, que a doença não é contraída de um indivíduo para o outro. Geralmente, a contaminação se dá quando uma pessoa que não foi devidamente vacinada entra em áreas de transmissão silvestre, como florestas e regiões de cerrado.

A febre amarela é uma doença infecciosa, provocada principalmente pela picada de mosquitos do tipo Haemagoguse, Sabethes ou Aedes aegypti, encontrados em áreas silvestres.