Que Dia é Hoje?

5/10/1910
Portugal torna-se uma república

Acredita-se que os Lusitanos, uma tribo celta, tenham sido os primeiros habitantes de Portugal. O Império Romano conquistou a região no ano 140 a.C., aproximadamente. Perto do fim do Império Romano, os visigodos invadiram a Península Ibérica. Portugal conquistou sua independência em 1143.

A expansão portuguesa foi brilhantemente coordenada pelo príncipe Henrique, filho do rei João I. Em 1488, Bartolomeu Dias cruzou o Cabo da Boa Esperança, provando que a Ásia era acessível pelo mar. Em 1498, Vasco da Gama chegou à Costa Oeste da Índia. O Império Português se estendeu do oeste ao leste da África, além de Brasil, Pérsia, Indochina e Península da Malásia. Em 1581, Felipe II da Espanha invadiu Portugal, mantendo o país 60 anos sob seu controle e precipitando o declínio do comércio português. A monarquia foi restaurada em 1640. Em 1889, sobe ao trono o rei Carlos, que nomeia João Franco como primeiro ministro.

Em 1908, o rei e seu filho sofreram um atentado a tiros, em Lisboa. O novo rei Manoel II foi levado ao trono pela revolução de 1910 e fez de Portugal uma república de estilo francês. Uma rebelião, em 1926, colocou Antônio Salazar no poder.

Durante a II Guerra Mundial, Portugal se manteve neutro, mas cedeu bases naval e aérea aos aliados. Portugal participou da fundação da OTAN, em 1949, mas só foi admitido nas Nações Unidas em 1955. As políticas externa e colonial do país entraram em crise a partir dos anos 1950, sendo criticada tanto no próprio país quanto no exterior.

As guerras mais sangrentas na África contra o colonialismo envolveram os portugueses. Salazar, que morreu em 1970, e seu sucessor Marcello Caetano, lutaram durante anos contra os movimentos de independência das colônias portuguesas, sob crescente crítica mundial. Esquerdistas das forças armadas, cansados das batalhas, iniciaram uma revolução bem sucedida, em 25 de abril de 1974.

Após a revolução de 1974, a nova junta militar deixou os territórios das colônias, começando pela Guiné Portuguesa, que passou a se chamar Guiné-Bissau. A descolonização das Ilhas do Cabo da Boa Esperança, de Moçambique e de Angola foi efetuada em 1975. No mesmo ano, o governo nacionalizou os bancos, os transportes, a indústria pesada e meios de comunicação. Portugal foi admitido na Comunidade Econômica Europeia (agora União Europeia) em janeiro de 1986 e, em fevereiro, Mario Soares tornou-se o primeiro presidente civil do país em 60 anos.

O socialista Jorge Sampaio venceu as eleições presidenciais de 1996. Em 1999, o país deixou sua última colônia, Macau. Em 2002, José Maria Durão Barroso tornou-se primeiro-ministro. Ele renunciou em julho de 2004 para assumir o cargo de presidente da União Europeia, sendo substituído por Pedro Santana Lopes. Em 2005, José Sócrates tornou-se primeiro-ministro do país.